Pesquisar este blog

Carregando...

* Anatomia Externa

Estrutura e Fisiologia dos Peixes
Os peixes se apresentam divididos em duas partes: a cabeça e o tronco. O seu corpo pode ser recoberto por escamas e/ou couro. Os órgãos responsáveis pela propulsão e equilíbrio do peixe na água são as nadadeiras. A grande maioria dos peixes de água doce, tanto de escamas quanto de couro, como o dourado, o lambari, o pintado e o jaú, possuem nadadeiras pares, peitorais e pélvicas, e ímpares, dorsal, adiposa e caudal. A maioria das formas marinhas que ocorrem no litoral brasileiro não possui a nadadeira adiposa, a não ser o bagre da família Ariidae.
A nadadeira caudal é a principal geradora do impulso que desloca o peixe na água, empurrando o seu corpo para frente. As demais têm a função de manter o corpo na posição vertical, como a dorsal e a anal, e de efetuar as manobras de subida e descida e de rolamento, como as peitorais e pélvicas.
A cabeça abriga três importantes sistemas: a boca, que é entrada para o trato digestivo, responsável pela apreensão e ingestão dos alimentos; as brânquias, ou guelras, que funcionam como pulmões, realizando as trocas gasosas na maioria dos peixes; e o cérebro, principal órgão do sistema nervoso, que, junto com os hormônios, integram todos os outros sistemas, coordenando o organismo como um todo.
As maxilas estão providas de diversos tipos de dentes, que variam de um grupo para o outro. Nos dourados, tem a forma de cones, são afiados e cortantes, usados para prender e cortar os peixes de que se alimentam; nas anchovas, espadas e cavalas a diferença é que os dentes são triangulares e também muito cortantes; nos pacus são molariformes e servem para triturar as frutas, sementes e folhas; os dentes laterais do pargo e do marimbá servem para triturar algas e pequenos crustáceos; no pintado e jaú estão dispostos em placas, são pequenos e numerosos e servem para abocanhar e prender as presas, como na betara branca, no olhete e no olho-de-boi.

Características:
·         Esqueleto ósseo;
·         Pele com muitas glândulas mucosas, geralmente recoberta de escamas;
·         Uma linha lateral de cada lado do corpo, contendo órgãos sensíveis às vibrações da água circulante;
·         Boca anterior;
·         Respiração por pares de brânquias cobertas por uma placa chamada opérculo;
·         Bexiga natatória geralmente presente;
·         Reprodução sexuada; geralmente são ovíparos;
·         Temperatura corporal variável com o ambiente (pecilotérmicos


Características:
·         Esqueleto cartilaginoso;
·         Pele com muitas glândulas mucosas e recobertas por pequenas escamas;
·         Boca ventral e cloaca (bolsa na qual terminam os sistemas digestivo, urinário e reprodutor);
·         Respiração branquial;
·         Ausência de bexiga natatória;
·         Reprodução sexuada com fecundação interna;
·         Temperatura corporal variável com o ambiente (pecilotérmicos).